Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ifam.edu.br/jspui/handle/4321/83
metadata.dc.type: Dissertação
Title: O uso dos espaços no ensino de desenho técnico: uma proposta em espaço formal não convencional
metadata.dc.creator: Lima, Rafaela de Araújo Sampaio
metadata.dc.contributor.advisor1: Chaves, Edson Valente
metadata.dc.contributor.referee1: Chaves, Edson Valente
metadata.dc.contributor.referee2: Pacheco, Almir de Souza
metadata.dc.contributor.referee3: Paes, Lucilene da Silva
metadata.dc.description.resumo: A presente dissertação tem por finalidade trazer uma contribuição ao ensino de Desenho Técnico, por meio do uso dos diversos espaços escolares. Nesse sentido, seu objetivo foi identificar as contribuições da aula de campo realizada em espaço formal não convencional no processo de ensino/aprendizado da disciplina de Desenho Técnico. O estudo se faz importante, uma vez que a aula de campo é uma modalidade didática bastante difundida e validada em outras disciplinas, porém raramente utilizada em Desenho Técnico, cujas aulas se resumem a atividades de cópias de modelos pré-estabelecidos pelos docentes e na insistência do manuseio adequado do instrumental de desenho técnico, limitando-se única e exclusivamente ao espaço da sala de aula. Para fundamentar este estudo, foi necessário discutir a origem do desenho técnico e seu ensino, o uso dos espaços no processo de ensino/aprendizado e a aula de campo como uma nova perspectiva no ensino de Desenho Técnico. Este trabalho seguiu os pressupostos da pesquisa qualiquantitativa, cumprindo os aportes metodológicos do estudo de caso. Os dados foram coletados e registrados por meio da observação, análise documental, material visual e aplicação de questionários; foram aplicadas atividades de desenho técnico a partir de aulas realizadas em espaço formal (sala de aula/cópia de modelo pré- estabelecido) e aulas de campo realizadas em espaço formal não convencional (levantamento cadastral no Setor de Engenharia do IFAM, Campus Manaus Zona Leste), tendo como participantes 44 estudantes da primeira série do Ensino Técnico de Nível Médio Integrado em Paisagismo. Os resultados obtidos permitem identificar que no ensino de Desenho Técnico é necessário que as aulas teóricas e atividades de desenho sejam complementadas com uma prática de campo, de modo que o estudante, ao sair do espaço formal e se confrontar com um espaço construído, possa fixar os conteúdos abordados na disciplina e reconhecer tanto elementos como técnicas construtivas estudados nas aulas teóricas, relacionar o aprendizado adquirido na disciplina à sua atuação no mundo do trabalho e desenvolver habilidades não previstas no conteúdo programático, tais como a criatividade, a tomada de decisão, a capacidade de solucionar problemas. Além dessas contribuições, a aula de campo propicia um espaço para trabalho coletivo e socialização de informações com os pares, professores e outros profissionais da instituição de ensino. Tais resultados atestam a relevância do presente trabalho, na medida em que a aula de campo, na disciplina de Desenho Técnico, realizada em espaço formal não convencional pode se constituir para uma nova perspectiva de ensino, com potencial de promover significado ao aprendizado do estudante, bem como estimular sua capacidade de observação, planejamento e elaboração de projetos mais próximos e adequados à realidade observada. Para consolidar e divulgar a modalidade didática da aula de campo adaptada à disciplina de Desenho Técnico, como produto desta pesquisa, foi elaborado um manual de orientação para docentes intitulado Novas perspectivas para o ensino de desenho técnico, o qual tem como objetivo a expansão das aulas para os espaços formais não convencionais, instigando o uso de diferentes espaços no processo de ensino/aprendizado.
Abstract: The present dissertation aims to bring a contribution to the teaching of Technical Drawing, by using various school spaces. In this sense, its objective was to identify the contributions of the field class in formal non-conventional space in the teaching learning process of the Technical Drawing. The study becomes important, since the field class is a didactic modality very widespread and validated in other disciplines, but rarely used in Technical Drawing, whose classes are limited to activities of copies of models pre-established by the teachers and in the insistence of the appropriate handling of the technical drawing instruments, limited to the space of the classroom. In order to base this study, it was necessary to discuss the origin of the technical drawing and its teaching, the use of spaces in the teaching / learning process and the field class as a new perspective in the teaching of Technical Drawing. This work followed the assumptions of the quali-quantitative research, fulfilling the methodological contributions of the study of case. Data were collected and recorded through observation, documentary analysis, visual material and application of questionnaires; technical drawing activities were applied from classes in formal space (classroom/copy of pre-established model) and field classes held in formal non-conventional space (cadastral registration in the Engineering Sector of IFAM, Campus Manaus East Zone), having as participants 44 students of the the first grade of Integrated Technical Education in Landscaping. The obtained results allow to identify that in the Technical Drawing teaching it is necessary that the theoretical classes and drawing activities be complemented with a field practice, so that the student, when leaving the formal space and confronting with a constructed space, can fix the content covered in the course and to recognize the elements and constructive techniques studied in the theoretical classes, to relate the acquired learning in the discipline to their work in the world of work and to develop skills not foreseen in the program content, such as creativity, decision making, ability to solve problems. In addition to these contributions, the field class provides a space for collective work and socialization of information with students, teachers and other professionals of the educational institution. These results attest to the relevance of the present study, in that the field class in Technical Drawing, in formal nonconventional space, can constitute a new perspective of teaching, with potential to promote meaning to student learning, as well as to stimulate their capacity of observation, planning and elaboration of projects that are closer to and adapted to the observed reality. In order to consolidate and disseminate the didactic modality of the field class adapted to the discipline of Technical Design, as a product of this research, a manual of orientation for teachers of the discipline entitled New Perspectives for the teaching of technical drawing was elaborated, whose objective is the expansion of the classes to non-conventional formal spaces, instigating the use of different spaces in the process of teaching/learning.
Keywords: Aula de campo
Modalidade didática
Espaço formal não convencional
Desenho técnico
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM::TECNOLOGIA EDUCACIONAL
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituto Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: IFAM
metadata.dc.publisher.department: Campus Manaus Centro
metadata.dc.publisher.program: Mestrado Profissional em Ensino Tecnológico (MPET)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ifam.edu.br/jspui/handle/4321/83
Issue Date: 18-May-2017
Appears in Collections:MPET-Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
O uso dos espaços no ensino de desenho técnico uma proposta em espaço formal não convencional.pdfDissertação - Documento principal4,45 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.